Archive for the ‘Blogroll’ Category

Site da 2ª Semark no ar!!!
27 abril, 2007

site.jpg

Anúncios

O Câncer de Mama no Alvo da Moda
27 abril, 2007

Marise Barroso da Amanco na 2ª Semark
27 abril, 2007

marisebarroso.jpg

Amanco lança campanha publicitária da linha Amanco Silentium PVC
27 abril, 2007

amanco1.jpgA Amanco acabou de lançar sua campanha publicitária em emissoras de rádio, TV e em veículos impressos, trazendo mais uma importante inovação para a construção civil no Brasil: a Linha Silentium® PVC.

A inovadora linha, desenvolvida para reduzir o ruído nas tubulações de esgoto, traz tubos e conexões em PVC Mineralizado, uma combinação de PVC com um mineral inerte de alto peso molecular. O resultado é um sistema formado por tubos de grande resistência, com paredes de maior espessura, que somado a componentes como abraçadeiras, amortecedores e defletores anti-turbilhonamento, ocasiona um maior isolamento acústico.

Além de filme de 30 segundos, criado pela dupla Augusto Moya/ Fabio Saboya da agência de publicidade DM9DDB , a campanha conta com ação de merchandising no programa Terceiro Tempo, com Milton Neves, na Rede Record; anúncios em jornais de dez diferentes praças do País – incluindo Folha de S Paulo, O Globo e Estado de S Paulo -e dois spots de rádio, que serão veiculados nas jornadas esportivas das rádios Bandeirantes AM, em São Paulo, e Globo AM, no Rio, dentro da estratégia de mídia da Amanco de concentrar esforços nos espaços relacionados com o futebol.

amanco2.jpgO comercial de TV é o carro-chefe da campanha e usa o bom-humor para enfatizar uma situação na qual já se viu uma enorme parcela dos moradores de edifícios de grandes cidades: o incômodo provocado por tubulações barulhentas. O filme mostra um toboágua gigante, pelo qual escorregam ícones associados ao barulho, como um tocador de bumbo, um personagem tocando uma tuba, despertador, sirene e um megafone. Além disso, o telespectador poderá ver uma animação 3D, com uma planta hidráulica de um prédio de apartamentos equipado com o sistema AMANCO SilentiumR PVC, formado por tubos, conexões, abraçadeiras, amortecedores e defletores antiturbilhonamento, todos mostrados por vários ângulos.

“A tecnologia de ponta é um dos grandes diferenciais competitivos da Amanco e a companhia continuará trazendo inovação para o mercado brasileiro. A linha AMANCO SilentiumÒ PVC, além do avanço tecnológico, tem um foco importante na qualidade de vida dos consumidores ao proporcionar um ambiente mais silencioso e agradável. Estamos seguros de que em pouco tempo o brasileiro mudará a forma de selecionar apartamentos e o silêncio nas instalações hidráulicas será um diferencial nos empreendimentos de alto padrão”, comenta Marise Barroso, Diretora de Marketing da Amanco Brasil.

Amanco – Silentium
27 abril, 2007

Lusia Nicolino da Terra Networks Brasil na 2ª Semark
26 abril, 2007

lusianico.jpg

Terra – Qual é a sua?
26 abril, 2007

Eustáquio Sirolli da Mercedes Benz na 2ª Semark
26 abril, 2007

eustaquioblog.jpg

Mercedes-Benz inaugura quatro centros exclusivos de atendimento aos clientes de caminhões extrapesados
26 abril, 2007

A Mercedes-Benz estará implantando neste mês mais quatro estruturas para a realização de negócios com caminhões extrapesados nos concessionários de veículos comerciais da marca. Trata-se do conceito Axor Center – Centro Especializado em Extrapesados que oferece área exclusiva para atender aos clientes desse segmento.

 caminhao1.jpg

A partir de hoje, o concessionário Veísa, da cidade de Passo Fundo (RS), passa a contar em suas instalações com o Axor Center. Ainda neste mês, as revendas Mecasul, de Caxias do Sul (RS), Savepe, de Araranguá (SC), e a Ramires Diesel, Sorocaba (SP) estarão inaugurando esse espaço, cujo principal objetivo é oferecer um atendimento especializado aos clientes, por meio de treinamento específico dos profissionais das revendas, assegurando a tradicional competitividade da Mercedes-Benz no mercado de caminhões. No mês passado, três revendas da região Sul também receberam o espaço Axor Center.

A marca inaugurará neste ano mais 11 novos centros especializados, atingindo 40 unidades do Axor Center implantados em toda a rede de caminhões Mercedes-Benz. Desde agosto de 2006 até agora, a marca inaugurou 26 centros em todo o País.

caminhao2.jpg“As áreas de Vendas e Pós-Vendas da DaimlerCrhysler do Brasil também passaram a contar com equipes especializadas no atendimento de veículos Axor, atuando diretamente com os concessionários que possuem o espaço Axor Center”, declara Euclydes Ghedin Coelho, gerente de Vendas de Caminhões para o Mercado Interno.

Com o Axor Center, o concessionário reúne uma equipe de gerentes, vendedores, assessores à frotista e instrutor de operação, treinados por profissionais da DaimlerChrysler do Brasil para os negócios de extrapesados. A função do assessor exclusivo ao frotista, por exemplo, será de manter os clientes atualizados sobre toda a linha e a tecnologia disponível nos veículos da marca. Já o instrutor de operação apoiará os clientes no monitoramento de sua frota e no treinamento de motoristas.

Pré-requisitos

Os concessionários interessados em adotar o Axor Center são homologados pela Empresa por meio do atendimento de alguns pré-requisitos: disponibilidade de um caminhão Axor para demonstração aos clientes; vendedor especializado em caminhões extrapesados; instrutor de operação e assessor à frotista.

caminhao3.jpgEntre os pré-requisitos também estão a manutenção de estoque estratégico de peças e disponibilizar vaga na oficina para atendimento preferencial de extrapesados, além de oferecer o serviço Mercedes Assistance – pacote de assistência emergencial para veículos comerciais, que oferece serviço 24 horas de atendimento e suporte para socorros mecânicos no período de garantia do veículo.

A revenda padrão homologada pela fábrica, para dispor de um Axor Center, implementará identidade corporativa no interior da revenda, desenvolvida exclusivamente para caminhões extrapesados. A empresa criou o logotipo “Axor Center Mercedes-Benz”, que será adotado, por exemplo, no totem interno e no layout do showroom, entre outros materiais utilizados pelos concessionários.

Ricardo Monteiro da Reckitt Benckiser na 2ª Semark
25 abril, 2007

ricardo_moteiro.jpg

Reckitt Benckiser renova com Gugu
25 abril, 2007

gugu.jpg

A Reckitt Benckiser acaba de renovar o contrato de Licenciamento Especial com o apresentador Gugu Liberato. O projeto contempla ações especiais e diferenciadas no Programa Domingo Legal, exibido pelo SBT, além de forte presença em pontos de venda e estratégias específicas para a equipe de vendas. Por mais um ano, a partir de junho, todas as semanas o Domingo Legal contará com ações referentes a várias linhas de produtos da Reckitt Benckiser. As campanhas contarão com dicas, informações e soluções de limpeza e conservação da casa, dirigidas às consumidoras de todo o Brasil.

reckitt.jpg

Entre os produtos da Reckitt Benckiser estão marcos como Veja, Vanish, SBP, Mortein, Veete as linhas Poliflor, Harpic, Bom Ar e Nugget.

fonte: adnews.com.br 18/04

Luca Cavalcanti – Bradesco na 2ª Semark
25 abril, 2007

luca_cavalcanti.jpg

Bradesco Completo – Esportes
24 abril, 2007

Redbull Air Race no Brasil!
20 abril, 2007

logoredbullair1.jpgNo dia 21 de abril o Rio de Janeiro recebe a segunda etapa do Red Bull Air Race World Series. É a primeira vez que a disputa acontece na América do Sul.

13 pilotos vão se desafiar em uma verdadeira corrida contra o tempo e a gravidade num dos cartões postais brasileiros: aos pés do Pão de Açúcar na Praia de Botafogo.

A competição apresenta uma nova e dinâmica categoria de pilotagem conhecida por “Air Racing”, onde o objetivo é seguir uma rota cheia de desafios no céu fazendo o menor tempo possível. Voando sozinhos contra o relógio, os pilotos devem executar giros apertados em um circuito slalom que consiste em mastros ou pilões especialmente projetados chamados de “Air Gates”.

A criação do Air Race foi idealizada pela Red Bull, que convidou o renomado piloto húngaro Peter Beseynei para ajudar a refinar o conceito do evento. O primeiro Red Bull Air Race aconteceu no Air Power em Zeltweg, Áustria, em 2003. O evento foi reconhecido como um grande sucesso. Estava claro que a competição tinha enorme potencial. Os Air Races subseqüentes aconteceram na Hungria, Inglaterra e Estados Unidos e seguiram uma evolução até chegarem no formato atual: o Red Bull Air Race World Series.No dia 21 de abril o Rio de Janeiro recebe a segunda etapa do Red Bull Air Race World Series. É a primeira vez que a disputa acontece na América do Sul. redbull11.jpg

13 pilotos vão se desafiar em uma verdadeira corrida contra o tempo e a gravidade num dos cartões postais brasileiros: aos pés do Pão de Açúcar na Praia de Botafogo.

A competição apresenta uma nova e dinâmica categoria de pilotagem conhecida por “Air Racing”, onde o objetivo é seguir uma rota cheia de desafios no céu fazendo o menor tempo possível. Voando sozinhos contra o relógio, os pilotos devem executar giros apertados em um circuito slalom que consiste em mastros ou pilões especialmente projetados chamados de “Air Gates”.

Saiba tudo sobre o Red Bull Air Race no website oficial:

www.redbullairrace.com (agora também em português!)

Entrevista com Walter Zagari; Rede Record promete virada histórica
17 abril, 2007

Walter ZagariA supremacia de uma emissora no mercado de TV aberta parecia ser intocável. No entanto, com uma obstinação diríamos quase religiosa, a Rede Record colocou-se numa briga intensa e real pela liderança. E promete alcançá-la, em termos de audiência e faturamento, no prazo de cinco anos, conforme declaração de Walter Zagari, vice-presidente comercial da emissora paulista. Nesta Entrevista, ele comenta as estratégias de crescimento e se esquiva de algumas questões como a tentativa de comprar a Editora Três, de Domingo Alzugaray.

Como a Record conseguiu arrancar da Rede Globo os direitos exclusivos de transmissão das Olimpíadas 2012?
Fizemos uma negociação diferenciada e conquistamos os direitos de transmissão exclusiva dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010 em Vancouver e das Olimpíadas de 2012 em Londres. Aliado a isso, a Record também passou por um processo de avaliação técnica bastante rigoroso, onde a emissora foi aceita, comprovada e atestada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) como tecnicamente perfeita para realizar a transmissão de um evento dessa grandiosidade.

Há quem fale que em dez anos a Record será líder em TV aberta. O que diz a respeito desse prazo e o que isso vai representar na história da TV brasileira, que sempre teve uma força hegemônica?
Discordo em relação aos dez anos. Na minha visão, em cinco anos estaremos em primeiro lugar no ranking de audiência e faturamento. Essa será a maior virada da história da televisão brasileira. Aliás, esse processo de crescimento começou a ser traçado há algum tempo. Se tomarmos como base os últimos quatro anos, nenhuma emissora cresceu tanto em tão pouco tempo. De lá para cá, a Record vem superando seu faturamento ano a ano e no período fechado, de 2003 a 2006, apresentou um crescimento de 173%.

Concorda que o crescimento da emissora tenha se baseado em copiar fielmente a Globo?
Sou adepto do ditado que diz que nesse mundo nada se cria, tudo se copia. Se transportarmos esse dito para os dias atuais e utilizá-lo no mundo dos negócios, isso nada mais é do que a aplicação do “benchmarking”. Porém, esse processo de crescimento e de consolidação no segundo lugar de audiência não se deveu simplesmente ao fato de copiar uma fórmula já existente. Tomamos como base um produto e/ou serviço já aceito pelo consumidor, o transformamos em excelente e o devolvemos ao telespectador na melhor forma de sua existência, desde a sua concepção. Como resultado, atualmente, estamos com uma grade completa, de qualidade e sempre preocupada em oferecer aos mercados telespectador e anunciante o que há de melhor na televisão brasileira. E pelo visto nosso propósito foi atingido, vide o crescimento de audiência e de faturamento apresentados nos últimos anos.

Em que pontos a sua emissora se diferenciou para dar essa disparada?
Aliado ao “benchmarking”, não podemos nos esquecer de todos os investimentos realizados e da competência apresentada por todos os profissionais e colaboradores da Record, dos mais diferentes cargos e posições hierárquicas, que estão contribuindo de forma direta ou indireta para que a liderança faça parte da realidade da emissora o quanto antes.

Qual é o público da Rede Record hoje?
A população brasileira como um todo. A Record, como veículo de massa, tem como objetivo atingir o maior número de pessoas possível, independentemente de classe social, sexo ou faixa etária a qual pertence. Atualmente, a rede é composta por 100 emissoras, cobrindo todos os cantos do Brasil e atingindo os mais diferentes públicos.

Quais são as atrações que têm maior audiência?
Todas as atrações contribuem de uma forma bastante positiva na média diária da emissora. De qualquer forma, as grandes audiências da Record estão com o “Hoje em Dia”, chegando a ocupar a liderança no horário, os programas jornalísticos, com destaque ao “Jornal da Record” e ao “Domingo Espetacular”, as novelas, com total sucesso de audiência, e por fim, a linha de filmes e de shows, com “O Melhor do Brasil” e o “Show do Tom”, aos sábados, e o “Tudo é Possível”, aos domingos, todos consolidados no segundo lugar de audiência.

De que maneira o departamento comercial da emissora foi se adequando ao crescimento dela?
Através de muitíssimo trabalho, competência, talento, dedicação e união de esforços entre os profissionais que compõem a área comercial da emissora.

Durante algum tempo houve preconceito do mercado anunciante em relação à emissora. Qual é a situação agora?

Nunca vivenciamos nenhum tipo de preconceito. Somos uma emissora comercial como todas as outras que fazem parte do negócio. A prova de que o mercado a vê dessa forma é o crescimento em faturamento apresentado ano após ano.

Poderia nos dar algum número que ilustrasse o crescimento da emissora, em termos de faturamento?
Vou exemplificar através dos números de faturamento da Record dos últimos três anos: 2004: R$ 500 milhões; 2005: R$ 700 milhões; e 2006: R$ 1 bilhão.
Como a emissora tem se preparado para a implantação da TV digital?
A TV digital é um assunto que merece muita discussão e prefiro não opinar no momento. Informo somente que na Record há um grupo de trabalho cuidando especificamente disso.

Houve mesmo interesse da Record em adquirir a Editora Três, de Domingo Alzugaray? O que não deu certo?

Houve uma conversa nesse sentido, mas não sei maiores detalhes.

Quais serão as próximas aquisições da rede?
A Record, como qualquer emissora/empresa em processo de expansão, está sempre em busca do que é melhor. Não posso dizer agora quais serão nossas próximas aquisições. O que digo é que muito coisa positiva está por vir, variando de contratações a investimentos em equipamentos.

O que a Rede Record tem feito para desfazer temores de parcialidade na programação pelo fato de sua diretoria estar ligada a uma instituição religiosa?
Não entendi essa pergunta. O que você quer dizer com a palavra “temor”?

Os telespectadores podem esperar alguma novidade da emissora para os próximos meses?
Sim. Além da novela “Luz do Sol”, que acabamos de estrear, em maio temos a estréia de “O Aprendiz 4 – O sócio”, em junho, a próxima novela das nove, “Caminhos do Coração”, em substituição a “Vidas Opostas”, e, em julho, a estréia do reality show “Mudando de vida”, com Karina Bacchi e Ticiane Pinheiro. Teremos também novas atrações, porém ainda sem data de estréia definida.

Fonte: Propaganda & Marketing